Neste segundo artigo de Taormina, a Perola do mar Jônico, vamos ver a parte de cima da cidade, que é de 396 a.C. Impressionante, não? Pra onde se olha, uma foto explêndida se apresenta. Nesse sentido, é uma cidade como poucas!

    É lá no alto que fica a Corso Umberto, a principal rua da cidade, aquela das lojinhas, das lojas peso pesado (Não se engane, é uma cidade de luxo e Glamour, mesmo na Sicília, mesmo sem ser tão conhecida como deveria) e muitos restaurantes e lugares super agradáveis! A hotelaria não é barata, mas acredite, se paga. Opte pela vista, eu diria pra ficar lá por baixo pertinho da praia. É mais fácil subir passear, do que descer pra ir a praia.

    Como se não bastasse o mar lindíssimo, a Isola Bella e seu cartão postal difícil de bater, a geologia da cidade, o seu luxo, ainda temos história viva! O Teatro Grego (ou Teatro Antigo) é fabuloso, data o século III a.C. e teve combate de galdiadores e tudo mais. Incrível para uma cidade tão pequena, não?

    E como tudo na cidade, o teatro oferece aquela vista… O encontro do G7 foi aqui, ainda pegamos algum movimento de desmobilização da estrutura pelas ruas da cidade. O moviemento nessa parte da cidade é bem intenso, então é bom adequar o horário da visita, pra não arriscar ficar com fotos super populosas.

    Como a cidade é super antiga, não é anormal achar alguma edificação, ou lugar absurdamente fotogênenico, que simplesmente não é citado em lugar algum, ou indicado para visitar. É uma daquelas cidades que precisa ser explorada, com calma, com paradas em cafés e geladeiras, e em docerias sicilianas maravilhosas (essa última parte só quem já conhece a sicília vai de fato entender…).

    Como é pequena, a segurança aparentemente é total, não tivemos qualquer sombra de insegurança. Não pegamos super lotação, apesar da proximidade com a alta temporada, com exceção ao teatro, que realmente pode parecer uma atração turística iconica de grandes cidades batidas no turismo.

    Os sicilianos continuam os mesmos, mesmo nesse paraíso. Então não estranhe se flagrar esses gringos birrentos discutindo acaloradamente entre si, com aquele entusiamo siciliano, que sim, supera o entusiamo italiano. (Lembre que, dito por alguns deles, eles são SICILIANOS, quando chamaos de italianos).

    As especiarias… Ah, as especiarias… Prove, prove, prove. Principalmente, quando for doce. Mais tarde você se entende com a nutricionista. Até porque, vai queimar muita caloria no sobe e desce da cidade. A cidade tem um perfume das delicias sicilianas, isso é real e impressionante!

    Caminhar é preciso. Acompanhe as ruas de fluxo, acompanhe as ruas vazias, acompanhe, caminhe. Faça passeios sem destino certo, curtindo o delicioso incerto. Procure quadradinhos mágicos secretos, ele estarão te esperando com paisagens deslumbrantes. Pode acreditar!

    A Piazza IX Aprile é a principal praça da cidade, e uma paradinha super agradável. Por ali existem sorveterias, bares com deliciosas especialidades sicilianas e logo ali fica uma pequena pracinha com vista para as montanhas ao fim da parte principal da cidade.

    Existem muitos pequenos becos lindíssimos ligados a Corso Umberto, não deixe de dar uma espiadinha. Cada um tem o seu charme particular, e a sua pitadinha daquela italia inesquecível!

    Então encerramos aqui o nosso papo sobre a princesinha da Sicília, Taormina. Quando se fala em visitar a ilha, não há possibilidade de não ir nessa cidade. Nenhuma possibilidade. Falando em sul da Itália, já é forte, não passar por lá. Realmente ela surpreende, supera facilmente as expectativas, e te atrativos pra maioria dos gostos!

    Imagens: Arquivo Pessoal
    #NoFilter

    Taormina é impressionante. É uma cidade que não é tão famosa assim, no circuito convencional turístico, o que vamos comprovar juntos neste post, que é uma grande injustiça! Porque ela faz frente a muita, mas muita cidade batidona nas agências e no circuito comercial.

    É a princesa da Sicília, uma cidade com pouco menos de 10 mil habitantes, e com vários, mas vários atrativos. Nós casualmente chegamos um dia após o encontro do G7, Trump e os demais presidentes dos principais países do mundo tinham saído horas atrás da cidade. Tudo ainda estava voltando ao normal, afinal de conta tinha 7 mil soldados fazendo a proteção do encontro. Numa cidade de 10 mil…

    Taormina começa a se mostrar no mar, vai se desenvolvendo aos poucos, entre charmosas e e exuberantes curvas. Cresce rápido montanha acima, a ponto de um teleférico ser o principal meio de transporte pra wuem prefere deixar o carro lá pelo andar de baixo da cidade.

    Como todos já puderam perceber, a praia, é linda, mas linda mesmo. A água absolutamente transparente, super adequada para um snorkel, nadar, passear de barco em algumas pequenas grutas e curtir o visual da cidade e suas formações rochosas deslumbrantes. A praia é de pedras, então aquele chinelinho é fundamental. Mesmo assim, tem que ficar esperto pra não deixar uma tampinha de algum dedo de lembrança pros sicilianos.

    Um dos pontos altos, de uma cidade com inúmeros pontos altos é a Isola Bella. Ela é tão linda, mas tão linda que nem pensamos, optamos por um hotel que dava de cara com ela, todos os quartos com vista para a impressionante ilha.

    A Isola Bella nasceu de propriedade de Taormina depois foi uma propriedade particular, comprada por uma nobre inglesa, parente próxima da Rainha Vitória. Ao cuidar e plantar a ilha, um cenário exclusivo foi criado, misturando plantas tropicais e mediterrâneas. Após passar por mai 2 famílias, a ilha voltou ao poder do governo, e hoje é uma reserva natural, desde 98. Abaixo, o teleférico que leva a parte de cima da cidade, e claro, oferece uma vista deslumbrante!

    Na parte baixa da cidade ficam excelentes hoteis, de cara e coração pro mar, restaurantes, as vias de acesso a cidade e uma estrutura mais espartana de cidade. O centrinho mesmo, correu lá pra cima da montanha, e lá teremos ainda história, ruínas impressionantes, além de tudo o que você espera de uma linda pequena cidade italiana. Sim, Taormina tem tudo isso.

    Na foto acima, já temos uma primeira vista lá do alto, e abaixo a entrada do centrinho da cidade. As ruas são bem estreitas, e o trânsito é o siciliano, então… É uma boa ideia deixar o carro no hotel, e curtir a vista no bondinho, que é moderno e bem tranquilo! Fique de olho nos horários de funcionamento. No próximo post, vamos explorar a lindíssima parte de cima da cidade, e a parte histórica! Chega mais!

    Imagens: Arquivo Pessoal
    #NoFilter
    Related Posts with Thumbnails