Hoje, sexta feira, a criatividade não visitou esta mente que vos fala, então, falamos de negócios…ou não!

Para quem pensa que negociação é assunto pra executivo interessado em fazer carreira e ganhar muito dinheiro, guess what? Não é não!

Precisamos negociar a cada minuto da nossa vida. Desde pedir a mesado do mês para o poderoso papai dos nossos 8 anos, até uma promoção com o presidente da nossa organização. E em casa, não tem negociação? Provavelmente negociamos mais em casa, com nossa família, com amigos, do que profissionalmente! Ou você acha mesmo que sua mulher pediu o cartão de crédito enquanto você estava indo pro futebol por que ela ia no mercado? Nada disso, ela pediu como contra-partida por deixar ela sozinha no sábado a tarde para ir vendo um bando de pernas de pau levar goleada e ficar detonando a mãe do juiz! E mais, você deu porque era final de campeonato, e não tinha tempo a perder discutindo o assunto, ou ia acabar sentando no colo do vendedor de amendoin!

Pois bem, vamos espiar um material bemmmm básico sobre negociação, mas que nem todo mundo presta atenção que, aplicando isso no dia a dia, as coisas podem sair bem mais redondas e a vida pode ser bem mais leve…

Fases da negociação:
• Preparação;
• Discussão;
• Proposta;
• Barganha;
• Encerramento / Acordo.

+ Argumentação (conhecimento do tema);
+ Convecimento;
+ Credibilidade;
+ Sedução;
- Agressividade:
- Rispidez

Os 4 princípios da negociação, segundo Harvard:
• Separar as pessoas do problema;
• Foco nos interesses e não nas posições (procurar o próprio interesse real, bem como da outra parte);
• Gerar variedade de opções para ganho mútuo;
• Insistir para que o resultado seja baseado em um critério objetivo.

George Hohlrieser:
6 habilidades para resolver conflitos:
• Criar e manter o vínculo até mesmo com o adversário;
• Estabelecer um diálogo e negociar;
• Pôr o peixe sobre a mesa;
• Entender a causa do conflito;
• Usar a lei da reciprocidade;
• Construir uma relação positiva.
Dicas gerais:
• Saiba sua MAANA (melhor alternativa) antes de entrar em qualquer negociação;
• O preço de reserva de cada parte determina as extremidades ZAP (zona de acordo possível);
• Não negocie só dinheiro, crie oportunidades.

O sucesso na negociação passa por três pilares principais:

Informação Tempo Poder

Informação:
• Não tenha receio de admitir o que não sabe;
• Não tenha receio de fazer uma pergunta;
• Faça perguntas abertas;
• Assunto;
• Fatos;
• Aspectos disponíveis;
• Aspectos pessoais;
• Estratégia.

Tempo:
• Nunca revele seu prazo;
• Se possível, reduza o tempo da outra parte;
• Use o tempo como fator na negociação.

Poder:
• Raramente um lado tem todo poder;
• O poder pode ser real ou aparente;
• O poder só existe até onde ele é aceito;
• Relações de poder podem mudar com o tempo;
• Teste seu poder.

Tipo de negociador:
• Tubarão – Ganha. Tem necessidade de ganhar sempre.
• Carpa – Perde. Vai pra negociação com o pensamento que não é possível ganhar.
• Golfinho – Ganha-ganha. Tem habilidade, joga.

E você, qual a sua cara? É tuba? Carpa tatu ou golfa?

Você escolhe o final!!!