Um artigo, que não é bem um artigo. Um texto, interativo. Aumente o volume, clique no clipe, e siga correndo os olhos nas próximas linhas...







Tem dias que são assim.
Tem dias que simplesmente são assim.
Tem dias que a gente fica assim.
Tem dias que é assim mesmo que é, que é assim mesmo que a gente sente, que a gente ri, ou que a gente fica presente... Olhando, mesmo que não tenha nada na frente. O olhar infinito, buscando alguma coisa na memória, racional ou irracionalmente.
Tem dias que nem tem o que olhar, ou porque olhar. Tem dias que é desnecessário olhar. Então para que olhar... Feche os olhos, sinta a melodia que corre ao redor do mundo cantada a uma só voz, porque tem dias que é assim.
Tem dias que estamos assim...
Domingo é dia de estar assim, na maioria dos dias que estamos assim, é domingo. Domingo é dia de estar assim.
Domingo é assim.
Essa música nos deixa assim.
Ela foi feita para nos deixar assim.
Um domingo, com essa música, só podemos ficar assim.
Assim fechamos nossos olhos, abrimos nossa imaginação, e ficamos assim...

Stand By Me.